A PRESERVAÇÃO E PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE
Publicado em 04 de junho de 2018 Comentários

 

A PRESERVAÇÃO  E  PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE

 

Por Crisolino Filho
Prof. de Gestão do Meio Ambiente
FAGV

https://www.calendarr.com/brasil/semana- mundial-do-meio-ambiente/

A preocupação mundial com a proteção, preservação e recuperação do meio ambiente, foi introduzida significativamente na sociedade civil a partir das últimas décadas, e teve como origem a degradação ambiental quase sem controle pelo qual o planeta vinha sofrendo.

A busca por soluções para minimizar esse problema, são fatores que não podem passar ao largo de instituições e empresas, sejam elas públicas ou privadas, tendo em vista que essa modificação de paradigma deve ser exemplo a ser seguido por todos, um conceito que deve conciliar o dever do Estado com responsabilidade empresarial de acordo com as necessidades da sociedade.

Esse processo de mediação define e redefine, continuamente, o modo como diferentes atores sociais, através de suas práticas, alteram a qualidade do meio ambiente, e como também se distribuem na sociedade os custos e os benefícios decorrentes da ação destes agentes.

A ação antrópica negativa produz impactos sobre o sistema natural, que pode colocar em risco as condições de equilíbrio e existência do sistema ambiental, tendo em vista que, nos últimos dois séculos, o planeta vivenciou acontecimentos que afetaram profundamente a vida e seus recursos naturais.

Assim é bom que os entes sociais se preocupem em desenvolver em suas unidades uma POLÍTICA AMBIENTAL, que tenha ainda como escopo formar cidadãos conscientes de sua responsabilidade no processo de preservação do meio ambiente, através de um conjunto de ações norteadas por princípios e valores que levem em consideração o desenvolvimento sustentável do planeta.

A política ambiental serve para minimizar os impactos ambientais gerados pelo crescimento das atividades por isso deve:

  • Promover a gestão integrada de qualidade, meio ambiente, segurança, saúde ocupacional, ética, responsabilidade social, por considerá-los elementos essenciais para a busca constante de excelência institucional, melhoria contínua e desempenho do sistema integrado de gestão;
  • Conhecer, respeitar e cumprir legislação, norma, regulamento, carta de compromisso e código de boa prática que sejam aplicáveis, de maneira compulsória ou por livre iniciativa, considerando os aspectos de qualidade, meio ambiente, ética, responsabilidade social e de perigos e riscos envolvendo segurança e saúde ocupacional em todas as atividades desenvolvidas e executadas.
  • Prevenir, eliminar ou minimizar, na execução das atividades, a poluição e os riscos de lesões e doenças ocupacionais que possam comprometer o bem-estar individual e social, afetando adversamente as partes interessadas e a propriedade alheia ou própria;
  • Manter diálogo permanente com as comunidades e demais partes interessadas.

Vale lembrar que como ferramenta fundamental de controle ambiental, uma politica ambiental deve buscar sempre a melhoria contínua, não deve ser estática e definitiva, e se realizar através das melhorias dos processos cujos procedimentos estão referendados em seus objetivos e metas ambientais.

...
...
...
...
...
Comente também.